Muitas árvores nascem com a casca lisa, depois, ao amadurecer, tornam-se rugosas, abrem buracos nos troncos, surge um musgo pendente, que pende, não jovem. Os ramos tornam-se braços cada vez mais grossos, largos e fortes, surgem líquenes, a arquiteta da copa vai se tornando mais aberta e ampla. Primeiro as copas são esguias, depois engordam e voam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *